Confira checklist para a retomada de atividades no setor de beleza e estética

A pandemia de Covid-19 exigiu muitas mudanças, não apenas para as pessoas, mas também nas empresas. No caso do setor de beleza e estética, agora que a vacina já está sendo aplicada, foram determinadas algumas medidas de segurança, para que seja possível retomar as atividades.

O Sebrae fez um checklist focado em tudo para negócio de forma a ajudar todos que pretendem voltar a atender, garantindo a recepção segura de seus clientes. Veja o que foi considerado nesta lista.

Procedimentos de higiene e segurança

A primeira parte do checklist visa verificar se estão sendo atendidos todos os procedimentos ligados à higiene e à segurança. Nesta parte, o manual orienta o profissional a se atentar a:

  • Cumprir os decretos de sua cidade e região;
  • Orientar os colaboradores e fornecedores sobre as regras e os protocolos;
  • Prestar atenção ao funcionamento do cronograma de trabalho;
  • Apresentar materiais de sinalização e orientação para os clientes;
  • Fazer a limpeza e a desinfecção do local;
  • Manter o ambiente ventilado;
  • Utilizar termômetro para aferir a temperatura de colaboradores e clientes;
  • Preparar a recepção para receber os clientes respeitando o distanciamento mínimo;
  • Instalar uma barreira de vidro na frente do balcão de serviço;
  • Retirar objetos como revistas, decoração e tapetes;
  • Fazer questionário sobre sintomas, realizado pelos colaboradores responsáveis por marcação de consultas;
  • Marcar atendimentos mais espaçados, para que menos clientes fiquem na sala de espera;
  • Utilizar materiais de segurança recomendados pela Anvisa;
  • Contar com máscaras descartáveis para os clientes;
  • Providenciar álcool em gel em pontos estratégicos;
  • Ter uma escala de limpeza definida e mais frequente.

Estas são as regras básicas para conseguir atender sem colocar em risco os trabalhadores e as pessoas que frequentam a clínica de estética. 

Quanto aos profissionais de beleza

Para os profissionais que trabalham com o setor de beleza, o checklist do Sebrae recomenda:

  • Evitar atendimentos simultâneos;
  • Manter unhas cortadas, cabelos presos e usar a vestimenta adequada;
  • Bancadas devem passar por processo de higienização frequente;
  • Manter por perto apenas os materiais utilizados no atendimento;
  • Evitar o uso de celular;
  • Esterilizar o local de acordo com o que é exigido pela vigilância sanitária.

Além disso, há subdivisões, conforme a atividade realizada, com mais orientações a serem seguidas:

Salão de beleza

Nos salões é recomendado evitar os produtos em formato aerossol, tomar cuidado com o secador de cabelo e higienizar bobs, presilhas, pentes e escovas a cada uso.

Barbearia

Nas barbearias, escovas e pentes de corte  precisam ser higienizados após cada atendimento. Além da máscara, o profissional deverá estar com o face shield para fazer a barba do cliente.

Esmalteria

As manicures devem diminuir o número de esmaltes expostos e devem estar com luvas descartáveis durante todo o atendimento. Também é preciso higienizar as poltronas e a mesa de atendimento após finalizar cada cliente.

Estética e depilação

O profissional deve estar com luvas descartáveis durante todo o serviço, deve colocar papel-toalha descartável sobre a maca e usar a máscara e o face shield para depilação e serviços que exijam mais proximidade com o cliente.

Maquiagem

Maquiadores devem obrigatoriamente estar com máscara e face shield, usar luvas descartáveis e higienizar pincéis e instrumentos usados após cada atendimento.

Quanto ao atendimento ao cliente

Por último, o checklist fala do atendimento ao público. Assim, o Sebrae indica que, para voltar a atender os clientes, tanto as clínicas de estética quanto os profissionais de beleza devem:

  • Avisar sobre a reabertura, por meio das redes sociais;
  • Estar abertos para conversar com seus clientes;
  • Ter horário de atendimento específico para os grupos de risco;
  • Explicar sobre o limite de um acompanhante por pessoa somente quando há necessidade;
  • Limitar o número de pessoas dentro do estabelecimento e comentar sobre isso;
  • Exigir o uso de máscaras e o distanciamento mínimo entre as pessoas;
  • Deixar clara a existência de prioridade no atendimento de casos mais graves.

O objetivo é manter os clientes informados sobre como a empresa está atuando e em quais atitudes é importante a colaboração de cada pessoa atendida, como não levar acompanhantes se não houver necessidade e usar a máscara.

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *