7 boas razões para ir ao psicólogo

Na prática, o psicólogo realiza um trabalho terapêutico por meio do qual procura compreender e resolver diversos agravos de natureza emocional, psicológica ou afetiva em seus pacientes.

A psicologia é a ciência responsável pelo estudo dos processos mentais, percepções, sensações e comportamentos do ser humano quando ele interage com o meio físico e social em que vive. 

Ele se concentra na análise e compreensão do comportamento humano e dos processos mentais vivenciados por indivíduos ou grupos sociais. Este artigo enfoca alguns dos motivos pelos quais consultar um psicólogo é uma ideia excelente.

psicologia estuda a mente e a experiência humana, analisa a partir de várias perspectivas, tendências e metodologias.

 É considerada uma ciência social que se interessa pelos processos de percepção, atenção, motivação, inteligência, pensamento, aprendizagem, amor, personalidade, consciência e inconsciência.

Na prática, o psicólogo realiza um trabalho terapêutico por meio do qual procura compreender e resolver diversos males de ordem emocional, psicológica ou afetiva em seus pacientes. 

É o que se chama de psicoterapia e ajuda milhões de pessoas todos os dias a ter uma vida melhor, a se amar mais e a superar situações complicadas que surgem na vida.

Boas razões para ir ao psicólogo

Felizmente, preconceitos infundados sobre a visita ao psicólogo há muito começaram a desaparecer, embora ainda existam muitas barreiras a serem quebradas para normalizar a visita a esse especialista. 

Como quando você tem problemas de digestão, você vai ao médico especialista mais adequado, o gastroenterologista, se você tem problemas psicológicos que o impedem de se desenvolver plenamente ou de ser feliz, deve ir à consulta adequada, a do Psicólogo.

Aqui estão alguns motivos pelos quais você deve consultar um psicólogo, bem como o que esses especialistas fazem e quais benefícios podem ser obtidos.

 

  • É normal você não é maluco

 

A primeira boa notícia é em relação aos preconceitos que já foram discutidos. Há muito que se acredita que quem vai ao psicólogo tem problemas graves ou enlouqueceu.

 Nada poderia estar mais longe da realidade. Hoje em dia todo tipo de pessoa, gente comum sem nenhum tipo de transtorno, vai ao psicólogo para resolver seus problemas, fazer ajustes e melhorar o autoconhecimento. 

Na verdade, pode-se dizer que quem procura o psicólogo é uma pessoa inteligente que busca ativamente uma forma de melhorar de vida.

Não há necessidade de se preocupar ou ficar envergonhado. Todos os adultos se sentem perdidos em algum momento de suas vidas.

2- É uma ciência

A psicologia, por muito tempo, não foi considerada à altura que merece. Mas não se pode esquecer que foi reconhecida como ciência há alguns séculos. No ambiente clínico, o psicólogo ajuda a aliviar a ansiedade, depressão, fobias, culpa e alguns outros sintomas.

Esses sentimentos negativos costumam estar relacionados a eventos que acontecem na vida, mas principalmente a origem do problema é como esses eventos são tratados. O psicólogo utiliza diferentes técnicas para tratar os sintomas do paciente, dependendo da sua escola de pensamento e das particularidades de cada caso específico.

3- Melhora a saúde geral

Consultar o psicólogo ajuda a se sentir melhor em todos os níveis, aumentando a saúde geral, pois sentir-se mal enfraquece, diminui as defesas e prejudica o bem-estar, diminuindo a qualidade de vida. 

O estresse crônico, a ansiedade ou a depressão não devem ser tratados apenas como problemas psicológicos, mas, se durarem no tempo, podem levar a problemas físicos graves, como dores nas costas, diabetes, doenças cardíacas, etc.

Normalmente, essas doenças aparecem em pessoas que têm algum tipo de predisposição genética ou hábitos de vida que as tornam propensas a sofrer dessas doenças, e que são agravadas por problemas psicológicos ou são a razão de seu aparecimento quando estão fisicamente debilitadas.

4. Falar com um profissional não é falar com um amigo

Os amigos nos amam e alguns fariam qualquer coisa por nós, mas não vamos procurá-los quando quebramos um braço. Vamos ao médico para nos tratar. No caso da psicologia acontece a mesma coisa. O amigo escuta, tem as melhores intenções, pode até servir de alívio momentâneo, mas não é capaz de resolver conflitos internos.

5. A psicoterapia funciona, mas leva tempo

É importante esclarecer que os verdadeiros resultados demoram a chegar. Resultados positivos não virão na primeira sessão, mesmo que o paciente se sinta melhor.

 Para algumas pessoas, assim como quando você vai a um amigo, simplesmente se sentir confortável e falar sobre seus problemas já cria uma sensação de bem-estar, mas isso não significa uma mudança real. 

Mesmo em terapias breves, levará semanas ou meses, dependendo da gravidade do problema, para que seja realmente eficaz.

6. Abordagens modernas são mais eficazes

Para novos problemas, novas abordagens, é por isso que funcionam melhor. Assim como a sociedade hoje não é a mesma de apenas algumas décadas atrás, a psicologia progrediu para se adaptar a ela. 

A psicologia de hoje está orientada para algumas habilidades ou ferramentas para que o paciente possa usá-las no dia a dia. O psicólogo não apenas escuta, mas cria um ambiente adaptado à realidade atual que favorece a análise, a aquisição de habilidades e o ensaio.

7. A medicação por si só não é eficaz

Muitos pacientes se sentem bem quando tomam seus medicamentos. Eles são necessários em alguns casos, mas são inúteis se você não trabalhar na origem do problema, porque quando o efeito passa, tudo começa de novo. 

Por exemplo, pacientes que sofrem de ansiedade tomam pílulas que os aliviam, mas são inúteis, a médio e longo prazo, mas trabalha-se para quebrar os pensamentos negativos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *